Transformação digital nas organizações: o que é e qual o impacto?

A tendência das tecnologias é evoluir. O indivíduo que se adapta e compreende a importância dos processos e das transformações em curso, implementando-as em sua vida, também evolui ou no mínimo sobrevive no meio no qual ocorrem as mudanças.

Quando a utilização desses recursos inovadores se dá a partir de uma empresa ou de uma instituição utilizamos o termo transformação digital nas organizações.

Mas afinal de contas, o que é transformação digital?

Trata-se da transformação dos objetivos, produtos, abordagem de marketing, modelos, operações, implementação de serviços, dentre infinitos processos, por meio da adoção de tecnologias digitais tendo como objetivo a aceleração dos serviços oferecidos, otimização ou desenvolvimento do órgão que a utiliza.

Ou ainda, outra definição de acordo com a Wikipédia: “O efeito societário total e global da digitalização.”

Como chegamos a um mundo transformado digitalmente?

transforma--o-digital-nas-organiza--es

O conceito e o desenvolvimento das transformações digitais iniciaram em 1703, quando o estudioso Gottfried Wilhelm von Leibniz explicou e imaginou, por meio da criação de um sistema, o conceito de ‘’digitalização’’.

O sistema foi inicialmente desenvolvido como um sistema numérico que utilizava apenas dois valores, 0 e 1 (sistema binário), sendo posteriormente desenvolvido e complementado por outros estudiosos.

Em 1939, John Atanasoff introduziu o primeiro computador eletrônico e logo após houve o desenvolvimento de computadores pessoais como o Simon, em 1950, o Apple II, em 1977 e o IBM PC em 1981.

Então aconteceu a introdução da World Wide Web, mais conhecida como WWW, o espaço digital onde informações, documentos e outros recursos da Web são identificados por URL’s.

A partir daí o termo “tecnologias digitais”, Internet das Coisas, transformações digitais, digitalização, Era da informação, inteligência artificial, dentre outros termos de “internetês” passaram a ser amplamente utilizados e disseminados.

Criação de notebooks, laptops, dispositivos móveis, smartphones, videogames, criação de redes sociais, GPS, georreferenciamento, métodos otimizados e desenvolvidos, sistemas operacionais automatizados... Todas essas inovações tecnológicas contribuíram, ainda, para o desencadeamento de uma tendência do nosso tempo: a globalização.

Estágios da transformação digital

tecnologia-e-empresa

Como visto, a transformação digital, apesar de acelerada, passou por vários processos até chegar à fase atual, sendo que esse termo se refere ao último estágio dessa mudança.

Assim, esse processo tecnológico caracteriza-se por três fases:

Digitatização:

Processo no qual acontece a conversão da informação tecnológica para o formato digital ou o formato numérico e binário.

Ela é visualizada por meio da representação de sinais, sons, imagens, objetos, gerando uma série de números expressos como um valor discreto.

Esse processo afeta fortemente a forma como os bancos e finanças, tecnologia médica, saúde, indústrias da mídia dentre outros setores passam a lidar com esse processo de transformação digital.

Digitalização:

Muitos dos fenômenos e processos conhecidos como Internet das Coisas, criptocorrências, Internet Industrial, Big Data entre outros surgiram a partir dessa etapa.

Nessa fase acontece o processo real da mudança.

Primeiramente, muito discutida como uma etapa em que se dava mais ênfase à Teoria das Informações (TI), pois basicamente consistia na discussão sobre conhecimentos aplicados apenas à tecnologia de dados e digital.

Porém, atualmente, não é vista essencialmente dessa forma pois agora está efetivamente vinculada às mudanças sociais, desenvolvimento horizontal organizacional de negócios, visão holística sobre negócios, gestão de recursos, bem como TI.

Transformação digital:

A Digitatização permitiu as mudanças obtidas com a Digitalização que resultou em maiores oportunidades de se obter críticas construtivas sobre o modelo tradicional e transformar os modelos de negócios existentes, além das estruturas socioeconômicas, barreiras culturais, medidas legais e políticas, modelos operacionais vigentes, entre outros.

Assim, a transformação digital veio para construir novos caminhos e romper obstáculos que impediam o crescimento qualitativo e quantitativo da sociedade como um todo.

Impacto na sociedade e transformação digital nas organizações

mundo-empresarial-tecnologia

Houve um aumento exponencial no que se refere ao conhecimento conquistado na área e tudo relacionado às tecnologias digitais ganhou espaço e importância, e não apenas na área de Tecnologia da Informação.

Estas transformações digitais ganharam importância prática para diversos setores como para o ramo dos negócios, questões sociais, política, agricultura, desenvolvimento humanitário, artes e oportunidades efetivas para organizações no desenvolvimento de processos operacionais e de negócios, para citar alguns exemplos.

Ao encarar a inserção nesse meio e procurar se adaptar à transformação digital, as organizações tem que deixar para trás muitas das ideologias da tecnologia convencional, muitas vezes obsoleta, autoritária e impeditiva à novas mudanças.

Desafios gerados pela transformação digital nas organizações

mundo-digital-organiza--es

Assim como algo novo nos surpreende e à primeira vista parece assustador e impossível de ser transpassado, a evolução da tecnologia tem se mostrado uma barreira para alguns que querem inseri-la em suas organizações.

Isso porque ainda existem muitos boatos e lendas sobre o processo tecnológico que impedem o empreendedor de destacar suas empresas no mercado pelo medo do fracasso.

Então, qual papel o empreendedor deve exercer?

Criar estratégias, elaborar planejamentos e, principalmente, conhecer e compreender a tecnologia antes de desistir.

A ideia de transformação digital nas organizações pode vir de cima, pelo CEO ou líder/gestor destacado, e também pode começar por meio de pequenas iniciativas, pequenos incentivos à mudança. Dessa forma, os funcionários e colaboradores entenderão o que se espera deles nessa nova etapa empresarial.

Não é obrigatório que a empresa atuante esteja ligada diretamente à tecnologia (leia-se empresas que ou já nasceram nesse meio, ou geram serviços e produtos essencialmente ligados à TI), pois como já vimos, diversos segmentos podem usufruir dessa evolução. Seja o diferencial no seu setor!

E talvez o mais importante: buscar ajuda. Não terceirizar o processo às empresas de TI, mas estar conectado ao setor de TI da empresa para entender como se dará a implementação dos recursos tecnológicos e para que o setor entenda perfeitamente quais são os objetivos do empreendedor.

A transformação digital então se traduz em uma grande oportunidade e desafio, principalmente para as organizações, que são gestoras e atuam como líderes nesse tão recente posicionamento tecnológico.

Bruno Gomes Dias

Bruno Gomes Dias

Criador do blog Dose de Marketing, ajuda Pequenas e Médias Empresas a utilizarem o Marketing Digital da forma correta para gerar negócios por meio da internet.

Ler mais