E-mail Marketing: Descubra como potencializar seu negócio com esta ferramenta

A princípio, mesmo com todas as mudanças tecnológicas no que diz respeito a comunicações que estamos presenciando nos últimos anos, o e-mail ainda é essencial.

Ainda não há substitutos para ele.

Por ser a ferramenta mais confiável entre o meio empresarial para atingir o público-alvo, o e-mail mantém-se em constante evolução.

E-mail marketing - mais um caminho para chegar ao seu consumidor

e-mail-marketind-de-alta-convers-o

Se antes dos aplicativos de mensagens nós o usamos para mandar recados e agendar compromissos, agora ele tem uma importância fundamental no marketing digital: o e-mail marketing tem sido o caminho pelo qual diversas empresas, de qualquer porte, tem trilhado para chegar ao coração do consumidor.

Isso se dá porque as pessoas são, por natureza, curiosas.

Quando chega um e-mail que consideramos importante, é impossível não abri-lo imediatamente para verificar o seu conteúdo.

O marketing digital entendeu isso e passou a usar alguns ganchos e técnicas para convencer o público a abrir a mensagem, ler e, se tudo der certo, consumir seus produtos.

Neste artigo você vai saber um pouco mais sobre como utilizar o e-mail marketing, inclusive com algumas dicas bem bacanas para você usar nos seus próximos envios.

Para que serve o e-mail marketing?

E-mails são como cartas.📝

Quando você recebe um, é uma comunicação direta entre você e a pessoa que te enviou.

Ou seja: você provavelmente não sai distribuindo o seu endereço para qualquer pessoa, certo?

Se você dá o seu e-mail para o mailing de uma loja, é um forte sinal de que você confia nela - você deseja:

  • ver as novidades;
  • receber um bom conteúdo, que agregue em sua vida;
  • ficar por dentro das possíveis promoções...

Do contrário, sendo você o remetente, se você enviar somente spam ou e-mails sem relevância, não vai demorar muito tempo para que a pessoa do outro lado não queira mais saber de você.

Portanto, a primeira coisa a se colocar aqui é: nunca subestime o e-mail.

De fato, ele pode parecer irrelevante para você, mas com certeza não o é para bilhões de pessoas.

É isso mesmo: bilhões.

Pesquisas indicam que já ultrapassamos mais um bilhão de contas criadas.📈

Mesmo que milhares dessas contas sejam e-mails alternativos que são criados (é raro alguém ter uma conta de e-mail apenas), é uma oportunidade gigantesca para atingir um público considerável.

O e-mail marketing, nesse sentido, foi criado para que você possa atingir seu cliente com conteúdo de valor, ou seja, algo que o encante e faça com que ele crie gosto em receber suas notificações.

A partir do momento em que você desenvolve conteúdos envolventes e que levem o cliente a gostar de receber seus e-mails, você terá um retorno praticamente imediato.

Tendo uma quantidade de e-mails captados ou que você já tenha em seu banco de dados (e um belo banco de e-mails é um dos maiores ativos que você pode ter, acredite).

O que você pode fazer com o e-mail captados?

Afinal, com eles você pode segmentar o seu público em listas diferentes e enviar conteúdos diferentes de e-mail marketing, de acordo com o perfil.

Em suma, os e-mails ainda são utilizados porque eles permitem que você crie um canal de comunicação direto e que não soa invasivo, como as propagandas de SMS, WhatsApp e redes sociais.

Seu cliente vai abrir seu e-mail se ele quiser. Sua tarefa, então, é convencê-lo a tomar essa atitude.

Mas antes de qualquer coisa, você precisa ter, em primeiro lugar, uma lista de e-mails para trabalhar.

E você sabe como fazer para conquistá-la?

Captando e-mails de possíveis clientes

Já para deixar você ciente: não compre listas de e-mails.❌

e-mail-marketing

Esse tipo de coisa prejudica toda a estratégia de encantamento do consumidor, já que você não faz a menor ideia de quem sejam essas pessoas.

A melhor opção é captar a sua própria lista de e-mails e formar um banco de dados onde você tenha a certeza de que as pessoas querem mesmo receber suas notificações.

Dito isso, você precisa agora se concentrar em maneiras de conseguir esses e-mails.

Como conseguir e-mails de forma prática?

Existem diversas práticas bem legais que você pode usar para fazer essa captação, como, por exemplo, construir algumas landing pages.

Essas páginas de captação servem para que você possa apresentar o seu produto e permitir um espaço para que o consumidor deixe o e-mail dele para receber mais informações.

Você pode fazer uma landing page apenas e depois separar os contatos ou criar uma para cada segmento que você quer trabalhar.

Uma estratégia interessante é oferecer algum bônus para quem deixar o e-mail em sua landing page.

Muitos utilizam o e-book como isca para captar essas informações: quem se inscrever em sua lista recebe gratuitamente um conteúdo relevante para ele.

Dessa forma, essa troca funciona muito bem também com:

  • infográficos;
  • série de vídeos;
  • ferramentas do seu segmento...

Ou seja, o que você quiser e que faça sentido para o seu consumidor pode ser usado nessa hora.

Porém, se você possui um blog onde já disponibiliza conteúdo, você pode usar formulários que permitam ao seu leitor fazer uma assinatura para receber conteúdos pensados exclusivamente para eles, por exemplo:

e-mail-marketing-1

Nesse caso, você não pode usar o que você publica no blog como conteúdo do e-mail marketing, pois soará redundante - a não ser que sua intenção seja fazer com que ele receba notificações de suas atualizações na página diretamente no e-mail.

Entretanto, uma vez que você já tenha uma lista, o que você deve enviar? E principalmente: como você deve enviar?

Montando o seu e-mail marketing

A seguir, você vai ver as melhores dicas para que possa construir um e-mail marketing eficiente, que encante o cliente e praticamente não permita a sua fuga.

Assim sendo, ele vai querer receber mais conteúdo seu, e assim você estabelece uma relação com ele.

Se ele ainda não for seu cliente, pode ter certeza, ele vai considerar a ideia de comprar algo seu muito em breve.

**Sobretudo, esse esquema está dividido em partes, para facilitar o entendimento. **

Você não pode “pular” nenhuma dessas etapas, pois todas são absolutamente importantes para criar um conteúdo adequado para seu consumidor. Veja:

PARTE 1: DEFININDO ESTRATÉGIAS E OBJETIVOS

Assim como em praticamente todos os aspectos da vida, sem um objetivo claro em frente você fica perdido e no fim das contas não chega a lugar nenhum.

Com resultado, com o e-mail marketing não é diferente.

Você precisa saber exatamente onde você quer chegar com essas ações.

Você quer converter interessados em clientes?
Quer fidelizar os que já são consumidores de seus produtos?

É preciso definir essas questões para saber qual estratégia usar.

Através do e-mail marketing você pode:

  1. anunciar promoções;
  2. enviar as novidades de seu empreendimento,;
  3. aumentar o tráfego em sua loja virtual…

São diversos modos de atingir essas pessoas.

Escolha exatamente o que você quer fazer com esse banco de dados.**

Depois disso, você pode traçar as melhores estratégias para atingir esse objetivo.

PARTE 2: ATENÇÃO AOS TÍTULOS

e-mail-marketing-4

Você já deve ter feito isso: sem tempo para abrir todos os e-mails, você só lê o título e dá atenção apenas para aqueles que te chamam a atenção.

Essa é a mágica do negócio: se você criar um título chamativo, você terá a preferência do leitor.

Esses títulos funcionam como chamariz do seu conteúdo.

Quanto mais claros e objetivos, melhor. A curiosidade deve ser estimulada, a ponto de que o e-mail seja irresistível.

Essa é a condição primordial para que o e-mail marketing dê resultado.

PARTE 3: O CONTEÚDO É ESSENCIAL

e-mail-marketing-com-conteudo-de-qualidade

Não vai adiantar nada você ter todo o trabalho para fazer com que o cliente abra o seu e-mail, sendo que o conteúdo não seja atraente.

Acima de tudo, dê total atenção ao que você vai enviar a ele.

Ao passo que você escreve um conteúdo bacana, o leitor naturalmente vai querer consumir mais de você.

Com toda certeza, caso contrário, ele vai ler esse e ignorar os próximos, por melhor que sejam os seus títulos.

Atenção também para o seu público. Se você falar de forma informal com um público que não aceita esse tipo de linguagem, você vai perdê-lo.

Aí entra a importância de segmentar a sua lista.

Além disso, procure também misturar imagens e texto, para que não fique cansativo na hora da leitura.

E principalmente, insira os famosos CTAs.

Por que as CTA'S são fundamentais no seu e-mail marketing?

Inegavelmente, o call-to-action é essencial para que o leitor seja direcionado para a ação que você quer.

Se o seu e-mail marketing tem o objetivo de levar a pessoa para a sua loja virtual ou um produto exclusivo, você deve inserir uma chamada para que ele seja levado até lá depois que você passar a sua mensagem.

Um CTA bem localizado faz maravilhas para a conversão do seu e-mail marketing.

De fato, com essas dicas, você já está pronto para começar a enviar e-mail marketing para seus clientes.

Defina a sua estratégia, crie o seu conteúdo e aumente a conversão em seu negócio virtual!

Não sabe como fazer para converter seus clientes através das estratégias digitais como o e-mail marketing, por exemplo?

Entre em contato com a Dose de Marketing e saiba como usar o marketing digital ao seu favor.

**Logo, basta clicar AQUI!
**

Bruno Gomes Dias

Bruno Gomes Dias

Criador do blog Dose de Marketing, ajuda Pequenas e Médias Empresas a utilizarem o Marketing Digital da forma correta para gerar negócios por meio da internet.

Ler mais